Dosagens Hormonais

Dosagens Hormonais

Os hormônios são substâncias produzidas por diversas glândulas em nosso organismo.

Função dos hormônios no organismo

O ciclo menstrual regular reflete uma sintonia fina entre o eixo hipotalamo-hipofise-ovário (HHO), culminando com a formação de um endométrio receptivo à implantação embrionária e um óvulo normal.

Para que ocorra uma gravidez, além da função hormonal-ovariana outros fatores como qualidade dos espermatozoides e tubas uterinas permeáveis são necessários.

Assim sendo uma avaliação da função hormonal ovariana deve ser realizada na mulher que pretenda engravidar.

Avaliação hormonal

Dosagem de FSH (hormônio folicular estimulante) e LH (hormônio Luteinizante): Normalmente estas dosagens são realizadas no início do ciclo ou em qualquer época nas mulheres sem menstruações. Servem para avalias a causa do hipogonadismo e auxiliar no diagnóstico da Síndrome dos Ovários Micropolicistico (SOMP).

Progesterona: sua dosagem é útil para se comprovar a ovulação. Normalmente é realizado 7 dias antes da data provável da próxima menstruação.

Antimulleriano (HAM): é utilizado para se avaliar a reserva  ovariana. Pode ser realizada em qualidade fase do ciclo pois não sofre alterações do longo deste.

Prolactina: o excesso de  sua produção pode levar a  quadros de  falta de ovulação até a falta de menstruação, associada ou não à galactorréia (saída de leite pelas mamas). Sua dosagem é realizada no mesmo dia da dosagem de  progesterona.

TSH: A avaliação da função Tireoidiana deve ser realizada pois pode ser a causa da elevação da Prolactina e também comprometer fertilidade e a própria gravidez.                             

Avaliação hormonal masculina

Diferentemente das mulheres, os homens não têm o costume de procurar um médico para realizar exames de rotina, o que poderia detectar problemas precocemente.

A testosterona é o principal hormônio masculino, portanto exerce muitas funções no corpo, como a manutenção da massa muscular e a regulação de diversos aspectos biológicos, inclusive os ligados à reprodução.

Também influencia na libido, no humor e na formação óssea. Dessa forma, homens com dificuldades relacionadas à:

  • Ereção;
  • Perda de massa muscular;
  • Redução da libido.

Devem procurar auxílio de um profissional médico, que avaliará a necessidade de dosar a testosterona.

Os hormônios da tireoide também podem afetar a saúde do homem, portanto devem fazer parte da avaliação hormonal masculina. Assim como a testosterona, os hormônios relacionados à tireoide são medidos no sangue. Tanto o hipertireoidismo como o hipotireoidismo podem causar diversos efeitos na saúde e no dia a dia do homem.

A avaliação hormonal masculina deve ser um dos exames básicos da investigação de infertilidade conjugal, acompanhado do exame de espermograma que avalia como os hormônios estão impactando na produção e qualidade dos espermatozoides.

O FSH (hormônio folículo estimulante) deve ser pesquisado nos casos de infertilidade masculina. Níveis abaixo do mínimo pode indicar problema no eixo hipófise /testículo e os valores acima do normal sugerem dificuldades testiculares na produção do espermatozoide.

 

Agende agora a sua consulta

Clique aqui