Uretrite

A uretra é o canal que vai da bexiga ao meato urinário e permite a eliminação da urina e, especificamente no homem, a passagem do esperma.

A uretrite é a inflamação ou infecção do canal da uretra. Os tipos mais comuns são as uretrites sexualmente transmitidas, classificadas em gonocócicas, causadas pela bactéria Nesseria gonorrheae, que pode afetar também a faringe e o ânus, e as não gonocócicas, causadas por outros tipos de germes, como a Chlamydia trachomatis, que se desenvolve no interior das células.

Outros agentes infectantes possíveis são: Trichomonas vaginalis, Ureaplasma urealyticum, Mycoplasma hominis, Staphylococcus sp e Candida albicans.

No entanto, há outros tipos mais raros de uretrites, como as traumáticas (cirurgias ou corpo estranho na uretra), as virais – especialmente decorrentes de outras DST, como o HPV –, as psicogênicas (causada por problemas psicológicos ou emocionais) e as químicas (espermicida usado na relação sexual).

O fator de risco predominante da doença é a prática sexual desprotegida, principalmente se a pessoa tiver múltiplos parceiros sexuais. Tanto a mulher como o homem têm a mesma chance de contrair a doença.

A forma mais eficaz de prevenir a uretrite é utilizar preservativo nas relações sexuais.

Sintomas

A uretrite é uma doença que afeta igualmente homens e mulheres, portanto é importante diferenciar os sintomas. Também é importante destacar que os sintomas variam conforme o agente causador da infecção.

Por exemplo, a gonorreia provoca sintomas facilmente identificáveis e agressivos, fazendo com que a pessoa procure com urgência um médico e comece rapidamente o tratamento. Já a clamídia pode não apresentar sintomas, o que eleva sobremaneira a possibilidade de transmissão, e de se tornar crônica.

Sintomas que podem se manifestar nos homens:

  • Disúria (dificuldade para urinar que pode ser acompanhada de dor);
  • Aumento na frequência da micção;
  • Corrimento pela uretra;
  • Sangue na urina e/ou no sêmen;
  • Dor durante a relação sexual e/ou ejaculação;
  • Coceira na uretra.

Sintomas que podem se manifestar nas mulheres:

  • Ardência ao urinar;
  • Secreção vaginal;
  • Dor pélvica;
  • Aumento na frequência da micção.

Complicações:

Se a doença não for tratada ou se o tratamento não for adequado, pode haver complicações tanto no homem como na mulher.

Nos homens, a doença pode evoluir para cistite (infecção da bexiga), epididimite, orquite (infecção dos testículos) e/ou prostatite (infecção da próstata). Caso a infecção seja muito agressiva, a uretra pode sofrer um estreitamento e trazer outros prejuízos para a saúde.

Nas mulheres, a doença pode provocar cistite, cervicite (inflamação do colo do útero) e doença inflamatória pélvica.

Exames e diagnósticos da Uretrite

Os sintomas das uretrites, como a dor ao urinar, podem se confundir com o de outras doenças. Por essa razão, é importante fazer exames para confirmar o diagnóstico, começando pela anamnese seguida do  exame físico.

Caso o médico julgue necessário, exames podem ser solicitados:

  • Urina;
  • Análise da secreção uretral.

Normalmente, o médico não solicita exames de sangue para o diagnóstico de uretrites, mas pode fazê-lo caso considere importante para eliminar a possibilidade de outras doenças.

Tratamento

O tratamento da uretrite depende do agente causador. Cabe ao médico prescrever o  tratamento ideal a cada caso.

É importante que o tratamento se estenda ao parceiro, mesmo que não haja sintomas, pois dessa forma há uma maior chance de evitar a reincidência da doença.

O médico é o único profissional habilitado para realizar o tratamento. A automedicação sempre oferece riscos graves à saúde, portanto, se notar algum dos sintomas, procure imediatamente um profissional.

 

Agende agora a sua consulta

Clique aqui
Uretrite
Avalie esse conteúdo