Como aumentar a fertilidade

Como aumentar a fertilidade?

Como aumentar a fertilidade natural

Se vocês são um casal jovem (mulher com menos de 32 anos), que estejam há mais ou menos 6 a 8 meses tentando engravidar e não conseguiram, podem seguir algumas dicas para aumentar a fertilidade natural.

1 – Frequência de coito

A frequência sexual esta diretamente ligada as chances de se obter uma gestação natural em casais sem problemas que causem a infertilidade. Quanto maior o número de relações durante a janela de fertilidade maior a chance de gravidez. O sêmen mais fresco possui um maior poder fertilizante.

2 – Janela de fertilidade

A mulher captura, armazena e transforma os espermatozoides no colo uterino durante 5-6 dias de cada ciclo menstrual. É a chamada “janela de fertilidade”, fora da qual a ocorrência de gravidez é quase nula. De modo geral a segunda fase do ciclo, a que vai da ovulação até a menstruação, tem uma duração fixa de 14 dias. Então assim fica fácil determinar o dia da ovulação. É só calcular o intervalo ou ciclo em dias (27-30-32 dias) subtrair 14 e se acha o dia da ovulação ( 13º – 16º – 18º dia respectivamente).

A janela são os dias anteriores ao dia da ovulação, sendo o pico da fertilidade no dia menos 2 em relação à ovulação. Ocorrida a ovulação o colo uterino não mais captura espermatozoides.

3 – Estilo de vida e hábitos

Manter o peso ideal está relacionado com todos os parâmetros de bem-estar assim como a fertilidade. Ao lado do peso corporal ideal estão dieta balanceada e atividade física regular não extenuante.

O tabagismo tanto para o homem quanto para a mulher diminuem a fertilidade dose dependente (quanto maior número de cigarros, maior o déficit). Consumir 1-2 taças de vinho, ou doses de bebida regularmente não afeta basicamente a fertilidade, porém é prejudicial para a grávida. Café em consumo além de 3 xícaras ao dia pode ser prejudicial.

4 – Posições de coito

Colocar as pernas na parede, travesseiros nas nádegas, relação em determinadas posições não possuem qualquer influencia.

5 – Vitaminas

Uma alimentação balanceada rica em vitaminas, cálcio, zinco, ômega 3 e ferro, são fundamentais para que o organismo feminino esteja o mais saudável possível para um futura gestação. O uso de ácido fólico, ou qualquer outra suplementação vitamínica deve ser feito de acordo com a prescrição do seu médico. O uso de “garrafadas“, simpatias, poços ou qualquer outro tipo de elemento que não tenha sido prescrito por um médico especialista, além de não fazer bem a saúde pode inclusive prejudicar a fertilidade.

6 – Monitorização da ovulação

Os métodos de identificação do período fértil comumente vendidos em farmácias não são tão eficazes, pois os mesmos detectam a véspera da ovulação e o dia mais fértil foi no dia anterior. Isso pode levar a uma diminuição das chances de concepção do casal.

Também é necessário avaliar os comemorativos da função sexual reprodutora, como ciclo menstrual regular (entre 25 a 35 dias), excessos de pelos, acne nas mulheres e para os homens o volume ejaculado, massa muscular distribuição pilosa. Estando dentro de parâmetros normais, sem passado de peritonites, cirurgias, traumas vamos começar a colocar todas as dicas em ação.

 

Agende agora a sua consulta

Clique aqui